logo

A SEGUIR

"A Voz da Esperança"

11:50:00 - 12:00:00

"Prefeitura Municipal de Coronel Vivida"

12:00:00 - 12:05:00

Um truque simples e gentil para impedir que seus filhos interrompam suas conversas

Não há nada mais irritante e deselegante do que ser interrompido pelos pequenos

Parte do ofício de todo pai e toda mãe é ensinar os filhos a não interrompê-los enquanto estão falando e a esperar a vez dos pequenos.

Interromper uma conversa não é apenas irritante; este gesto reforça a ideia de que as necessidades e desejos dos pequenos sempre vêm em primeiro lugar, negligenciando o cuidado com os outros outros.

Enquanto os pais estão conversando com outras pessoas, os filhos costumam puxar os braços deles e repetir: “mãããeee, paaaaiii”, tornando-se cada vez mais estridente à medida que os adultos os ignoram.

Mas o que você, pai ou mãe, pode fazer para evitar responder com um irrealista “só um segundo”? Ou desistir e ser rude com seu interlocutor… e perder o fio da sua conversa?

Poderíamos tentar dizer com calma e compostura: “Eu estou falando com um adulto e depois será a sua vez de conversar comigo, ok?”. Mas essa é uma técnica fadada ao fracasso, e que, na verdade, exige que interrompamos nossa conversa de qualquer maneira.

Mas há outra dica compartilhada por um blogueiro australiano: um gesto com a mão. Não há nada mais simples: a criança aprende a colocar a mão no pulso ou antebraço do adulto quando quer conversar, e em troca, o adulto coloca sua mão em cima da mão da criança para mostrar que entendeu o pedido da criança, mas não está imediatamente disponível para falar. Como resultado, a criança está segura de ter sido levada em consideração e aprende a esperar sua vez.

O contato pele a pele às vezes vale mais que mil palavras! Tente este método (ou truque) com seu filhos. Combine antes com eles esse sinal e o que ele representa. Depois, diga pra gente se funcionou.

Topo