logo

A SEGUIR

"A Hora da Misericórdia"

15:00:00 - 15:30:00

"Show da Tarde"

15:30:00 - 17:00:00

Procuradoria da Mulher será instalada na Câmara de Chopinzinho nesta sexta-feira

A Câmara Municipal de Chopinzinho, no Sudoeste, vai instalar nesta sexta-feira (13) a Procuradoria da Mulher, instituída por um projeto da Mesa Executiva, apresentado em julho deste ano. Estarão presentes na cerimônia a deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR), que foi Procuradora da Mulher da Câmara dos Deputados. E a deputada estadual Cristina Silvestri (PPS), Procuradora da Mulher da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).

A vereadora Edina Acorsi será conduzida ao cargo de Procuradora da Mulher no município de Chopinzinho. Segundo ela, esta é uma conquista importante para todas as mulheres chopinzinhenses. “Juntas, vamos enfrentar todas as formas de violência e discriminação em busca de uma sociedade mais justa, humana e inclusiva para todas as mulheres”, afirmou.

No início de 2019, a deputada Leandre assumiu interinamente a Procuradoria da Mulher da Câmara dos Deputados. Desde então, Leandre conseguiu fazer a articulação de projetos e ações em defesa e promoção dos direitos das mulheres brasileiras. Ela sugeriu a criação da Procuradoria da Mulher na ALEP, e trabalha para que mais municípios paranaenses criem a procuradoria nas Câmaras, ampliando a rede de proteção às mulheres vítimas de violência.

“Como procuradora da Mulher na Câmara, percebi uma ferramenta que pode ajudar muito as mulheres brasileiras não só no combate à violência, mas no exercício dos seus direitos. Na defesa de tudo aquilo que as mulheres buscam e precisam para que possam viver numa sociedade mais justa e igualitária”, afirmou a deputada.

Para que serve uma Procuradoria da Mulher

É função de uma Procuradoria da Mulher receber e examinar denúncias de violação a direitos da mulher, encaminhando-as aos órgãos competentes. Também são atribuições da Procuradoria da Mulher: a fiscalização de políticas públicas e de programas municipais para a igualdade entre homens e mulheres; a promoção de campanhas educativas e antidiscriminatórias; a cooperação com organismos locais, estaduais e nacionais, públicos ou privados; e a realização de pesquisas, seminários, palestras e demais atividades ligadas ao tema e à representação feminina na política.

Topo