logo

A SEGUIR

"A Hora da Misericórdia"

15:00:00 - 15:30:00

"Show da Tarde"

15:30:00 - 17:00:00

Diocese de Palmas/Francisco Beltrão promove encontro com padres recém chegados

Os novos padres que chegaram à Diocese de Palmas-Francisco Beltrão, a partir de agosto de 2018, bem como os diáconos e seminaristas do ano pastoral, participaram de encontro com a presença do Bispo Dom Edgar Ertl, do Pe. Geraldo Macagnan (Vigário Geral da Diocese), Pe. Emerson Detoni (Coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora), Pe. Sergio Algeri (Ecônomo) e a Jaqueline Hofmann (Secretária da Cúria). Foi no dia 17 de maio, das 8h ao meio dia, na Casa de Formação Divino Mestre, em Francisco Beltrão. A finalidade foi mostrar aos recém chegados, a estrutura e a realidade diocesana.

Salientou Dom Edgar Ertl que foi uma oportunidade de apresentar a Diocese aos novos padres que estão trabalhando nas paróquias provenientes de outras dioceses: “Foi a apresentação da realidade eclesial diocesana. Eles poderão conhecer ainda mais a nossa diocese a partir da ação evangelizadora, da administração da Cúria e do setor econômico. O encontro significa a comunhão entra a Diocese e os que chegaram”.

Mostrar toda a estrutura e normas da Diocese, tem fundamental importância para que os padres recém chegados, de congregações e ordens religiosas,  estejam alinhados com as ações administrativas e evangelizadoras, destaca o Pe. Geraldo Macagnan: “Apresentar as orientações, documentos, pastorais, como o organismo da Cúria se apresenta, como a pastoral é regida. O encontro quer colocá-los na caminhada do dinamismo próprio da igreja diocesana, para que possamos caminhar em unidade fazendo acontecer a evangelização”.

Para o Pe. Judinei José Vanzeto, da Congregação dos Padres Palotinos, Pároco da Paróquia São Roque, em Coronel Vivida que chegou à Diocese em novembro de 2018, foi um encontro de aprendizado da realidade da Diocesana: “Eu estava ansioso por esse encontro. Foram apresentadas as normas e orientações dessa realidade. Vou mais tranquilo para o trabalho pastoral”.

Topo