Ao vivo

A Noite é Nossa

com Reinaldo Claudino

19:00 até as 21:00

a seguir:

Oração do Santo Terço

21:00 até as 22:00

Notícias

Delator diz que Richa e outros políticos se beneficiaram com desvios na educação

15/05/18 08:05

Trechos do interrogatório do dono da construtora Valor, Eduardo Lopes de Souza, principal delator da Operação Quadro Negro, foram divulgados, com exclusividade, pelo Paraná TV 2ª Edição desta segunda-feira (14). A investigação apura desvios de R$ 20 milhões da construção e reforma de escolas estaduais.

No depoimento, prestado na semana passada, o delator explicou como funcionava o esquema de desvios e revelou nomes de políticos que, segundo ele, se beneficiaram da fraude.

O processo, que tramita na Justiça Estadual, está na fase de novos interrogatórios de parte dos réus. A Justiça diz esperar agora mais um depoimento do ex-diretor da Secretaria Estadual de Educação do Paraná (Seed) Maurício Fanini, que está preso em Brasília.

No interrogatório, o dono da construtora reafirmou o que disse na delação que fez em Brasília e que foi homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, relator da Quadro Negro na corte. (Assista aos trechos aqui).

Valdir Rossoni e campanha de Beto Richa

No depoimento, o delator contou que houve pagamento de propina para assessor do deputado federal Valdir Rossoni (PSDB), Gerson Nunes, relacionado a obras em Bituruna, no sudeste do Paraná.

O dono da construtora também afirmou que chegou a dar dinheiro, em 2014, para ajudar em campanhas futuras do ex-governador Beto Richa (PSDB), do irmão dele e ex-secretário de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa, e do filho Marcello Richa.

A defesa de Valdir Rossoni afirmou que Eduardo Lopes de Souza falta com a verdade e não sabe porque Rossoni teve o nome mencionado pelo delator. A defesa afirma, ainda, que quando se manifestar no processo, os fatos serão esclarecidos.

O advogado de Gerson Nunes disse que o cliente teve um ou dois contatos com o delator e que nunca tratou dos assuntos relatados por ele.

Informou também que, como ocupava o cargo de chefe de gabinete da presidência da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), tinha que receber várias pessoas.

A defesa de Mauricio Fanini disse que não vai se manifestar. A reportagem ainda não teve retorno da defesa de Pepe Richa.

Já Marcelo Richa afirmou que as suposições do dono da construtora são inverídicas e sem provas. Ele rechaçou que tenha recebido dinheiro e ressaltou que não conhece ou teve qualquer contato com Souza.

Beto Richa e o PSDB disseram que são falsas as informações prestadas por um criminoso confesso que busca se livrar dos graves crimes cometidos e tenta, sem fundamento ou prova, envolvê-los nesses ilícitos.

O ex-governador afirmou também que tão logo teve conhecimento das denúncias sobre fraudes na construção das escolas, determinou a imediata realização de investigação que deram início à Operação Quadro Negro.

Disse, ainda, que os servidores públicos envolvidos foram demitidos, e ações judiciais determinaram o bloqueio de bens para o ressarcimento dos cofres públicos.

Por: João Luiz Garcia (Tiguera)
Fonte: G1/Pr
Foto: Reprodução



› Voltar

› Veja todas as noticias

PARCEIROS

PREVISÃO DO TEMPO

PROGRAMAÇÃO DO DIA

  • › 05:00 às 06:00 - Manhã Viva
  • › 05:00 às 07:30 - Manhã Viva
  • › 06:00 às 06:05 - Oração da Manhã
  • › 06:05 às 07:00 - Manhã Viva
  • › 07:00 às 07:30 - Sindicato Rural
  • › 07:30 às 10:00 - Momento Novo
  • › 10:00 às 11:00 - Experiência de Deus
  • › 11:00 às 11:30 - Câmara de Vereadores
  • › 11:30 às 12:00 - Sindicato dos Trabalhadores Rurais
  • › 12:00 às 12:30 - Destaques Esportivos
  • › 12:30 às 14:00 - Viola e Canção
  • › 14:00 às 14:30 - Jesus Te Ama
  • › 14:30 às 15:30 - Universo Sertanejo
  • › 15:30 às 17:00 - Super Paradão Sertanejo
  • › 17:00 às 19:00 - Querência Gaúcha
  • › 19:00 às 21:00 - A Noite é Nossa
  • › 21:00 às 22:00 - Oração do Santo Terço
  • › Veja toda a nossa programação