Ao vivo

Entardecer Musical

com Reinaldo Claudino

17:00 até as 19:00

a seguir:

A Voz do Brasil

19:00 até as 20:00

Notícias

Richa chama Requião de ‘fujão’ e diz que não aceita ‘dedo sujo na cara’; senador respondeu

17/05/18 09:05

O ex-governador Beto Richa (PSDB) e o senador Roberto Requião (MDB) trocaram farpas na noite desta quarta-feira (16), pelo Twitter, logo após a sabatina do Jornal Gazeta do Povo com o tucano, que é pré-candidato ao Senado. Richa intimou Requião para um debate, para comparar os resultados dos dois governos. Ele assou boa parte da entrevista criticando Requião, que teria deixado o Paraná “quebrado” e disse que está cansado de ver o adversário apontando “o dedo sujo” para ele.

Ao final da sabatina, Richa surpreendeu ao desafiar o senador Roberto Requião (PMDB), um de seus maiores adversários políticos, para um debate “olho no olho”. “Estou farto de ser criticado pelo Requião. Quero comparar nossas gestões, sobretudo no campo ético. Ele me acusa, se aproveita de forma oportunista, como sempre foi. Tenho dois processos de investigação, ele saiu com mais de uma centena. Não aceito que venha apontar seu dedo sujo na minha cara”, anunciou.

Requião respondeu pelo Twitter dizendo que Richa terá que se explicar à Justiça.

“Daqui em diante, sem foro privilegiado, o diálogo de Beto Richa será com a polícia federal, com o MP e com Sérgio Moro“, afirmou o senador.

Logo depois, no Twitter, num comportamento atípico em suas redes, Richa acusou Requião de fujir do debate.

“Mas você é fujão mesmo, hein Requião!”

Sabatina

Na sabatina, o ex-governador se defendeu das recentes acusações envolvendo o seu nome e supostas fraudes na campanha eleitoral de 2014. Em entrevista à Gazeta do Povo, ele negou quaisquer irregularidades e disse ser vítima de uma onda de “denuncismo”.

“É denuncismo em todo o Brasil e eu acabo sendo vítima disso. Estão querendo colocar todos os políticos em uma vala comum. É um desestímulo aos políticos de bem. Fico indignado de ver o meu nome comparado ao de um criminoso”, disse, ao comentar as declarações do construtor Eduardo Lopes de Souza, dono da Valor Construtora Valor e principal delator da Quadro Negro.

Em sua delação, Lopes de Souza disse que dinheiro desviado da construção de escolas estaduais abasteceu campanhas de Richa, familiares e de seu grupo político. O ex-governador, porém, disse que jamais ficaria impassível diante de um esquema de corrupção relacionado à educação. “Eu jamais compactuaria com dinheiro desviado de obras, ainda mais de escolas. Eu não sou louco. Ele [Lopes de Souza] diz que ouviu dizer. Eu não conheço esse cidadão nem quero conhecer. É um criminoso”, afirmou.


Por: João Luiz Garcia (Tiguera)
Fonte: Banda B
Foto: Reprodução Gazeta do Povo



› Voltar

› Veja todas as noticias

PARCEIROS

PREVISÃO DO TEMPO

PROGRAMAÇÃO DO DIA

  • › 05:00 às 06:00 - Amanhecer no Sertão
  • › 06:00 às 06:05 - Oração da Manhã
  • › 06:05 às 06:50 - Amanhecer no Sertão
  • › 06:50 às 07:00 - O Homem e a Terra
  • › 07:00 às 07:30 - RVP Notícias 1ª Edição
  • › 07:30 às 10:00 - Bom Dia Cidade
  • › 10:00 às 11:50 - Alma da Terra
  • › 11:50 às 12:00 - A Voz da Esperança
  • › 12:00 às 12:05 - Prefeitura Municipal de Coronel Vivida
  • › 12:05 às 12:30 - RVP Notícias 2ª Edição
  • › 13:00 às 15:00 - Sementes da Nossa Terra
  • › 15:00 às 15:30 - A Hora da Misericórdia
  • › 15:30 às 17:00 - Show da Tarde
  • › 17:00 às 19:00 - Entardecer Musical
  • › 19:00 às 20:00 - A Voz do Brasil
  • › 20:00 às 22:00 - Raízes Sertanejas
  • › 22:00 às 23:00 - Experiência de Deus
  • › Veja toda a nossa programação