Ao vivo

Momento Novo

com Cleverton & Pe. Moacir Piovesan

07:30 até as 10:00

a seguir:

Experiência de Deus

com Pe. Reginaldo Manzotti

10:00 até as 11:00

Notícias

O QUE ACONTECEU: Nesta sexta-feira, dia 23 completa dois meses do desaparecimento de Ana Jussara Antunes.

22/12/16 22:12

A família e a população de Coronel Vivida e de Honório Serpa, continuam aguardando uma resposta para o desaparecimento de Ana Jussara Antunes. Nesta sexta-feira, dia 23 de dezembro, completa dois meses que Ana Jussara desapareceu. Ana Jussara está viva? Onde ela está? Ela está morta? Onde está o seu corpo? Ela sumiu por conta própria ou alguém sumiu com ela? O Delegado Rômulo Ventrella, prendeu no dia 28 de outubro o ex-namorado de Ana Jussara como sendo o principal suspeito do seu sumiço, mas através de uma liminar ele foi posto em liberdade. O ex-namorado continua negando que tenha sumido com ela. O QUE REALMENTE ACONTECEU? Segundo o delegado, as investigações continuam. Dr. Romulo, pede á população que se alguém tiver alguma informação, para que repasse à polícia pode ser de forma anônima.
Relembre a liminar que colocou em liberdade o suspeito:
Delegado Rômulo Ventrella falou sobre Liminar que colocou Jair Piacentini em liberdade.
Entrevistado pela reportagem da rádio Vicente Pallotti na manhã desta sexta-feira, o delegado Dr. Rômulo Ventrela, responsável pela Delegacia de Polícia de Coronel Vivida falou sobre a liminar que colocou em liberdade, Jair Piacentini, o qual é acusado de ser o responsável pelo sumiço de Ana Jussara Antunes, fato este ocorrido no dia 23 de outubro.
O Delegado se mostrou indignado com esta decisão.
Depois de cerca de 40 dias preso, Jair Piacentini foi posto em liberdade nesta quinta-feira.
Na manhã desta quinta-feira, dia 15 de dezembro, foi posto em liberdade, Jair Piacentini. Jair foi denunciado como sendo o principal suspeito do sumiço de sua ex-namorada Ana Jussara Antunes, fato este ocorrido no dia 23 de outubro. O acusado foi preso no dia 28 de outubro, 05 dias depois do sumiço de Ana. As investigações continuam acontecendo e a busca por Ana Jussara também.
Relembre o caso:
Mulher moradora em Coronel Vivida, mas com familiares em Honório Serpa está desaparecida e seu namorado está preso.
A Polícia Civil, de Coronel Vivida tomou conhecimento na última terça-feira, dia 25 de outubro, do desparecimento de, Ana Jussara Antunes 24 anos. Desde então, o Delegado Rômulo Ventrela e seus policiais, iniciaram as investigações, as quais apontam como suspeito o namorado de Ana, um rapaz de 38 anos. Nesta quinta-feira, dia 27 de outubro, o suspeito foi preso, cuja a prisão temporária é por 30 dias, sendo que o detido é suspeito do possível assassinato e ocultação de cadáver da ex-companheira, Ana Jussara Antunes, desaparecida desde à noite de domingo, dia 23 de outubro.
Ana Jussara desapareceu após ter uma briga com o ex-companheiro na casa dele, não sendo mais vista.
A vítima, conforme apurado pela Polícia Civil, foi agredida e ameaçada de morte pelo suspeito por diversas vezes, o que fez com que ela rompesse o relacionamento que durou dois anos.
A polícia Judiciária apurou, ainda que o suspeito não aceitava o fim do relacionamento e sempre que encontrava Ana Jussara pela rua a ameaçava e, por vezes, a agredia fisicamente.
Na madrugada de sábado, dia 22, o suspeito já havia agredido e ameaçado a vítima de morte ao vê-la em um posto da cidade, local de encontro de jovens. Depois disso, no sábado à noite, o suspeito apanhou a vítima na residência dela e a levou para sua casa, sendo que no domingo à noite, dia 23, depois de uma violenta briga tida entre os dois e que foi presenciada por vizinhos do suspeito, Ana Jussara não foi mais vista.
Interrogado pela autoridade policial responsável pelo caso, Delegado Rômulo Contin Ventrella, o suspeito apresentou várias contradições em seu depoimento, não sabendo explicar as evidencias que havia contra ele.
Em razão dos fortes indícios existentes contra o suspeito e a possibilidade de que ele viesse a atrapalhar as investigações, a Polícia Civil solicitou sua prisão temporária, que foi cumprida nesta quinta-feira.
“Nós trabalhamos com várias hipóteses, mas a mais provável, infelizmente, é a de um feminicídio”, afirmou o Delegado.
Na quinta-feira, além da prisão do suspeito, a Polícia Civil realizou buscas na casa e no veículo dele, sendo auxiliada pelo Instituto de Criminalística e pelo Corpo de Bombeiros de Coronel Vivida, que chegou a entrar em um poço existente no imóvel do suspeito à procura de evidencias.
“Desde a notícia do desaparecimento a polícia Civil, mesmo com a greve da base e a deficiência de material humano, tem trabalhado para solucionar o caso”. “Nosso objetivo maior é encontrar Ana Jussara e esclarecer o caso”, completou o delegado.
Por Valdenir Lima




› Voltar

› Veja todas as noticias

PARCEIROS

PREVISÃO DO TEMPO

PROGRAMAÇÃO DO DIA

  • › 05:00 às 06:00 - Manhã Viva
  • › 06:00 às 06:05 - Oração da Manhã
  • › 06:05 às 07:00 - Manhã Viva
  • › 07:00 às 07:30 - Sindicato Rural
  • › 07:30 às 10:00 - Momento Novo
  • › 10:00 às 11:00 - Experiência de Deus
  • › 11:00 às 11:30 - Câmara de Vereadores
  • › 11:30 às 12:00 - Sindicato dos Trabalhadores Rurais
  • › 12:00 às 12:30 - Destaques Esportivos
  • › 12:30 às 14:00 - Viola e Canção
  • › 14:00 às 14:30 - Jesus Te Ama
  • › 14:30 às 15:30 - Universo Sertanejo
  • › 15:30 às 17:00 - Super Paradão Sertanejo
  • › 17:00 às 19:00 - Querência Gaúcha
  • › 19:00 às 21:00 - A Noite é Nossa
  • › 21:00 às 22:00 - Oração do Santo Terço
  • › Veja toda a nossa programação