Ao vivo

Pref. Munic. Coronel Vivida

12:00 até as 12:05

a seguir:

RVP Notícias 2a Edição

com

12:05 até as 12:30

Notícias

EX PREFEITO DE SANTA TEREZA DO OESTE, FRANCISCO MENIN, É PRESO PELA PRF

16/01/17 15:01

O ex-prefeito de Santa Tereza do Oeste, no oeste do Paraná, Francisco Menin, foi preso por policiais rodoviários federais no posto de fiscalização da BR-277 em Cascavel, na mesma região. O político foi abordado no domingo (15) quando passava pelo local. Ao verificarem o banco nacional de mandados de prisão, os agentes descobriram o que pesava contra ele desde dezembro de 2016.

Menin foi detido e levado para a delegacia da Polícia Civil em Cascavel, onde permanece preso nesta segunda-feira (16) em uma cela separada.

O ex-prefeito – que esteve à frente da prefeitura de Santa Tereza do Oeste por três mandatos e concorreu à prefeitura de Cascavel por duas vezes - foi condenado em dezembro a quatro anos e dois meses de prisão em regime semiaberto – quando tem o direito de passar o dia fora e precisa voltar para dormir na prisão – por crimes da Lei de Licitações.
Segundo o advogado Lauri Silva, na Comarca de Cascavel e no Paraná não existem vagas no sistema carcerário para o cumprimento da pena em regime semiaberto, por isso entrará com um pedido na Justiça para que Francisco Menin progrida para o regime aberto.
Condenação
Em 2015, a juíza Sandra Dal'molin Negrão, da Vara da Fazenda Pública de Cascavel, já havia condenado o ex-prefeito por improbidade administrativa. A denúncia, feita pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR), apontava que Menin usou uma empresa de um parente para desviar dinheiro da prefeitura entre 2001 e 2002.
Na época, a prefeitura firmou por três vezes contrato de prestação de serviços de iluminação pública com a empresa no valor mensal de R$1.200 sem realizar procedimento licitatório ou com licitação simulada com propostas frias. Conforme o MP-PR, a empresa era de fachada e havia sido aberta em nome de "laranjas".
Ainda de acordo com a denúncia, foram emitidas pela empresa diversas notas fiscais de aquisição de materiais elétricos. Porém, as que foram entregues eram, na verdade, de materiais de construção, usados na construção de um shopping e na chácara que pertence ao ex-prefeito.
Ao fim do mandato como prefeito, o patrimônio de Menin cresceu
desproporcional e incompatível com os ganhos no cargo. Ele chegou a construir mais de 1.500,00 m² em imóveis com verbas e materiais desviados do município, destacou a promotoria.
Na sentença, a juíza determinou ainda a suspensão dos direitos políticos do ex-prefeito por 10 anos, o ressarcimento de R$ 161.162,27 aos cofres do município e o pagamento de multas, além de perder R$ 80 mil que foram acrescidos ilicitamente ao patrimônio dele.
Menin disse na ocasião que pretendia recorrer da decisão. "Nós vamos recorrer e vamos vencer na segunda instância como já aconteceu outras vezes", apontou.


Fonte: G! Paraná
Foto: Reprodução/Facebook



› Voltar

› Veja todas as noticias

PARCEIROS

PREVISÃO DO TEMPO

PROGRAMAÇÃO DO DIA

  • › 06:00 às 06:05 - Oração da Manhã
  • › 07:00 às 07:30 - RVP Notícias 1a Edição
  • › 07:30 às 10:00 - Bom Dia Cidade
  • › 10:00 às 11:50 - Alma da Terra
  • › 11:50 às 12:00 - A Voz da Esperança
  • › 12:00 às 12:05 - Pref. Munic. Coronel Vivida
  • › 12:05 às 12:30 - RVP Notícias 2a Edição
  • › 12:30 às 13:00 - Destaques Esportivos
  • › 13:00 às 15:00 - Sementes da Nossa Terra
  • › 15:00 às 15:30 - A Hora da Misericórdia
  • › 15:30 às 17:00 - Show da Tarde
  • › 17:00 às 19:00 - Entardecer Musical
  • › 19:00 às 20:00 - A Voz do Brasil
  • › 20:00 às 22:00 - Amigos pela Fé
  • › 22:00 às 23:00 - Experiência de Deus
  • › Veja toda a nossa programação