Ao vivo

com

até as

a seguir:

Encontro de Gerações

com

06:00 até as 07:00

Notícias

Vereadores de Chopinzinho revogam lei de redução de salários.

27/01/17 20:01

Os vereadores de Chopinzinho aprovaram nesta semana o projeto de lei 007/2017, o qual revoga a lei 3.526/2016 que reduziu o salário dos vereadores em 50%, a qual entrou em vigor a partir do dia primeiro de janeiro de 2017. O salário dos vereadores foi estipulado na época da aprovação em R$3.500,00. Com a revogação da lei, os vereadores passarão a receber, de acordo com dados da Contabilidade, R$6.974,00.
De acordo com o advogado Dr Ricardo Ramires, assessor jurídico da presidência do legislativo, o regimento interno da câmara prevê que matérias dessa natureza só podem ser apresentadas pela mesa diretora, sendo que o referido projeto foi apresentado pelo então vereador Amarildo Secco, o qual não fazia parte da mesa executiva, caracterizando a inconstitucionalidade.
“A lei 3.526/2016 da forma como foi aprovada, feriu gravemente a iniciativa privativa da competência legislativa que seria exclusivamente da presidência da mesa diretora como prevê o regimento interno da câmara. Como o projeto de lei foi apresentado por um vereador que não fazia parte da mesa diretora, feriu o artigo 17, inciso 1 letra B, a qual diz que para se criar uma norma de determinadas matérias, o nascedouro dessa norma somente deve ter como origem, aquele que de direito pode fazer isso, no caso a mesa diretora. Diante disso, a mesa executiva tem o dever de analisar atos relacionados a legislatura e ao processo legislativo, até porque, deve prestar contas ao Tribunal de Contas e outros órgãos de fiscalização. Como assessor jurídico da presidência da câmara, analisei a matéria e fiz um parecer com mais de 15 laudas, indicando a irregularidade o que torna os efeitos desta lei absolutamente impraticável no mundo jurídico tornando-a nula” destacou o assessor jurídico.
Dr Ricardo Ramires disse também que além do regimento interno, buscou informações junto à outros órgãos sobre o assunto. “Fizemos uma consulta junto ao Tribunal de Contas em Curitiba, onde apresentamos as questões e colhemos as informações necessárias com os técnicos. Obtivemos o amparo verbal da assessoria jurídica do Tribunal. Nós não estamos entrando no mérito da lei em si, se é correto ou incorreto, mas sim, com relação a sua constitucionalidade, e isso é de fato muito importante porque a câmara tem que legislar com segurança jurídica. Quero também esclarecer para a população que não houve aumento nos salários dos vereadores. O que houve foi apenas a revogação da lei 3.526/2016, onde automaticamente os vereadores passam a receber os mesmos valores que os vereadores da legislatura anterior recebiam no ano passado sem o reajuste que os demais servidores estarão recebendo”, disse o advogado.
A reportagem vai conversar com especialistas jurídicos sobre a legalidade ou não do projeto, bem como tentar ouvir os vereadores e a sociedade de classe de Chopinzinho sobre as suas posições sobre a revogação. A lei, que passaria a vigorar já neste início de ano, foi revogada. Com isso, os vereadores, que receberiam R$3.500,00 voltam a receber R$6.974,00. Mais informações no decorrer dos dias.
Fonte rádio Chopinzinho
Por Valdenir Lima




› Voltar

› Veja todas as noticias

PARCEIROS

PREVISÃO DO TEMPO

PROGRAMAÇÃO DO DIA

  • › 06:00 às 07:00 - Encontro de Gerações
  • › 07:00 às 08:30 - Ricordi d´Itália
  • › 08:30 às 09:30 - Santa Missa da Matriz São Roque
  • › 09:30 às 12:00 - Pallotti no Interior
  • › 12:00 às 13:00 - Rádio Saudade
  • › 13:00 às 14:30 - Mistura Brasileira
  • › 14:30 às 15:30 - Músical Especial
  • › 15:30 às 18:30 - Transmissão de Futebol
  • › 18:00 às 18:05 - Oração da Manhã
  • › 18:30 às 20:30 - Cultivando a Tradição
  • › 20:30 às 22:00 - Retratos e Canções
  • › Veja toda a nossa programação