Ao vivo

com

até as

a seguir:

Encontro de Gerações

com

06:00 até as 07:00

Notícias

Dom Edgar Ertl: “Cultivar e guardar a criação”.

13/03/17 14:03

Desde o dia 1º de março, quarta-feira de cinzas, com o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e a defesa da vida”, este ano, a Campanha da Fraternidade, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) busca alertar para o cuidado e o cultivo dos biomas brasileiros, quais são: Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga, Pampa, Pantanal e Amazônia. Além disso, enfatiza o respeito à vida e a cultura dos povos que neles habitam. O lema escolhido para iluminar as reflexões é “cultivar e guardar a criação” (Gn 2, 15).
O Papa Francisco ao dirigir-se à Igreja do Brasil, no dia da abertura oficial da Campanha da Fraternidade disse que “o Criador foi pródigo com o Brasil. Concedeu-lhe uma diversidade de biomas que lhe confere extraordinária beleza”. Na mesma linha de raciocino, o bispo de Roma nos adverte e quem sabe aqui reside a voz profética da Igreja e de todas as instituições defensoras e promotoras dos biomas, do meio ambiente: “Infelizmente, os sinais da agressão à criação e da degradação da natureza também estão presentes”. Sentimos nas palavras do Pontífice que nos chama a atenção para os desafios e problemas ecológicos, suas causas, e, principalmente caminhos e decisões que devemos tomar urgentemente para a sua superação.
Rubens Alves, teólogo e escritor, disse que “não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses”. Por incrível que pareça, segundo dados de pesquisadores, até as borboletas estão desaparecendo do “Éden Brasileiro, do Éden Paranaense”. A proposta de Alves nos ajudará a pensarmos nisso. “Silenciosa metamorfose” numa linguagem teológica cristã significa “metanoia”, conversão radical, mudança de mentalidade e atitudes. Não podemos continuar depredando o ambiente que vivemos, nossa “casa comum”. Precisamos agir com urgência, coragem e ousadia. A Campanha da Fraternidade nos desperta para a conversão social. Fraternidade, solidariedade e harmonia andam juntas na construção de um ambiente saudável no qual a vida humana pode ser verdadeiramente humana, segundo o plano criador de Deus.
Em tese, o Sudoeste do Paraná, o território da Diocese de Palmas/Fco. Beltrão se caracteriza e se identifica com o bioma “Mata Atlântica”, e a região de Palmas, pela sua geografia com o bioma “Pampa”, o que podemos e devemos fazer para defender a diversidade ecológica desta pródiga parte do Estado? A Igreja nos propõe o que segue como atitudes concretas para cuidar e guardar a criação: Na Mata Atlântica exigir a recuperação das áreas degradadas do bioma, como as matas ciliares e nascentes. Pedir que as políticas de saneamento básico sejam implantadas em toda a área urbanizada e rural do bioma. Cuidar das nascentes e dos rios. Denunciar os projetos econômicos imobiliários em áreas de Preservação Permanente (APP). Incentivar o consumo de produtos agroecológicos e sustentáveis da Economia Solidária. Formar parcerias com todas as entidades do Sudoeste do Paraná envolvidas e comprometidas com o cuidado da “mãe natureza” e divulgar e promover o consumo de alimentos orgânicos e bebidas naturais a procedentes da agricultura familiar.
Caros leitores! Iniciemos, pois, fazendo o dever de casa porque o “o Século XXI ou será ecológico ou simplesmente não serᔠnas palavras de Dom Pedro Casaldáliga e tomando consciência do que disse Bento XVI, quando papa: “A terra é um dom belíssimo do Criador, que desenhou sua ordem intrínseca, dando-nos assim os sinais orientadores aos quais devemos ater-nos como administradores da sua criação”.
Dom Edgar Ertl
Bispo Diocesano
Por Portal RBJ




› Voltar

› Veja todas as noticias

PARCEIROS

PREVISÃO DO TEMPO

PROGRAMAÇÃO DO DIA

  • › 06:00 às 07:00 - Encontro de Gerações
  • › 07:00 às 08:30 - Ricordi d´Itália
  • › 08:30 às 09:30 - Santa Missa da Matriz São Roque
  • › 09:30 às 12:00 - Pallotti no Interior
  • › 12:00 às 13:00 - Rádio Saudade
  • › 13:00 às 14:30 - Mistura Brasileira
  • › 14:30 às 15:30 - Músical Especial
  • › 15:30 às 18:30 - Transmissão de Futebol
  • › 18:00 às 18:05 - Oração da Manhã
  • › 18:30 às 20:30 - Cultivando a Tradição
  • › 20:30 às 22:00 - Retratos e Canções
  • › Veja toda a nossa programação