Ao vivo

com

até as

a seguir:

Manhã Viva

com Valdenir Lima da Silva

05:00 até as 06:00

Notícias

IRDES REALIZA PROPÓSTA INÉDITA PARA MUNICÍPIOS DO SUDOESTE

31/03/17 09:03

IRDES realiza proposta inédita para municípios do Sudoeste
Em parceria com a AMSOP proposta busca auxiliar no foco estratégico dos municípios
“Quem não se antecipa ao futuro, planejando o amanhã, não coloca ações em prática no presente para o alcance de seus sonhos.” Dentro desta linha de pensamento o Instituto Regional de Desenvolvimento Econômico e Social, IRDES, através de seu presidente Cláudio Petrycoski propôs a realização do Programa de Desenvolvimento Estratégico Sudoeste 2030. Ele esteve última reunião da AMSOP – Associação dos Municípios do Sudoeste Paranaense, realizada, quinta-feira (30/3), em Coronel Vivida, que esteve sob comando do prefeito Frank Ariel Schiavini.
A proposta do IRDES é, a exemplo do que Petrycoski viu no norte da Itália, oferecer aos municípios apoio para a elaboração de planejamentos estratégicos, dentro do Programa Sudoeste 2030. Na iniciativa o consultor Marcelo Silveira Dalle Teze estará disponibilizando para os municípios oficinas de preparo para que realizem investigações apreciativas e colham informações para planejamentos estratégicos que envolvem suas respectivas comunidades. Após, o IRDES com a AMSOP realizarão reuniões para que os dados colhidos nos municípios sejam transformados em informações estratégias e, posteriormente, planos de ações.
Petrycoski comenta que nos diagnósticos municipais a população terá um momento de repasse de anseios regionais e tais informações poderão integrar um planejamento regional que virá a complementar e até fortalecer outras iniciativas estratégicas da Amsop. “Como o próprio nome diz, o Irdes dá atenção ao econômico e social e, portanto, estamos patrocinando debates estruturados, que formarão um plano estratégico e planos de ações”, explica o presidente do IRDES ressaltando que a Entidade foi pioneira com o Programa Pato Branco 2022, que inspirou atitudes similares em vários municípios da região.
Marcelo Dalle Teze diz que os enfoques para debates e elaboração de ações estratégicas são Habitabilidade, definindo o que fazer para o município ser melhor para residir; investibilidade – o que realizar para tornar o município mais atrativo para investimentos; visitabilidade – o que priorizar pra o município ser mais interessante a quem está em passagem por ele; inovação – o que o município pode fazer para criar novas fontes de recursos dentro de sua estrutura existente e ações de respeito ao meio ambiente. “São ações que as lideranças comunitárias demandarão, as autoridades públicas acolherão e estruturarão seus planejamentos”, explica dizendo que em fase de escassez de recursos a melhor forma de alcançar produtividade na gestão pública é saber, claramente, para onde vai, estabelecendo o passo-a-passo para isso e criando instrumentos de acompanhamento constante das ações. “Não são raros os casos de gestões no país em que mais de 60% do que é definido num início de mandato se perde no caminho, tendo como motivos principais, a falta de foco, interação e acompanhamento, inclusive havendo a liberação gratuita, por três meses, do software HEIP, de gestão estratégica, de projetos e tarefas.”
A forma de atuação do IRDEs será assim, explicou Petrycoski: o consultor preparará representantes do município, denominados, facilitadores para aplicação do planejamento localmente; os facilitadores aplicarão a metodologia com as comunidades; após tais dados serão levados para um encontro da Amsop e Irdes, quando serão organizados dentro da metodologia estabelecida. Finalizada esta etapa, os gestores do IRDEs colherão dados com expectativas regionais que serão aproveitados num planejamento de abrangência regional.
O presidente do Irdes, Cláudio Petrycoski agradece o prefeito Frank Schiavini, que preside a Amsop bem como ao diretor Executivo, José Kresteniuk que deram abertura para a proposta. “Aguardamos, agora, a manifestação de municípios interessados para a própria Amsop para organizarmos a aplicação do Sudoeste 2030”.
Ajustes na tributação
Durante o encontro o advogado Aires Forselini, acompanhado dos filhos Yuri Forselini e Fábio Forselini apresentou as vantagens de ajustes na legislação tributária dos municípios, algo que, na visão dele, faz justiça em relação a valorização imobiliária observada nos últimos anos. Na visão do advogado os municípios estão abrindo mão de arrecadações importantes, o que pode refletir, também, em responsabilidades jurídicas para o prefeito. “Há o temor em aumentar os valores de arrecadações como IPTU, por exemplo, em função da popularidade do gestor público. Ao contrário do que se imagina, muitos municípios que ajustaram seus valores e partiram para oferecer mais em serviços para a comunidade tiveram gestores que não se desgastaram politicamente. Tanto que se reelegeram

Por: Marcelo Dalle Teze
Foto: Ilustrativa




› Voltar

› Veja todas as noticias

PARCEIROS

PREVISÃO DO TEMPO

PROGRAMAÇÃO DO DIA

  • › 05:00 às 06:00 - Manhã Viva
  • › 06:00 às 06:05 - Oração da Manhã
  • › 06:05 às 07:00 - Manhã Viva
  • › 07:00 às 07:30 - Sindicato Rural
  • › 07:30 às 10:00 - Momento Novo
  • › 10:00 às 11:00 - Experiência de Deus
  • › 11:00 às 11:30 - Câmara de Vereadores
  • › 11:30 às 12:00 - Sindicato dos Trabalhadores Rurais
  • › 12:00 às 12:30 - Destaques Esportivos
  • › 12:30 às 14:00 - Viola e Canção
  • › 14:00 às 14:30 - Jesus Te Ama
  • › 14:30 às 15:30 - Universo Sertanejo
  • › 15:30 às 17:00 - Super Paradão Sertanejo
  • › 17:00 às 19:00 - Querência Gaúcha
  • › 19:00 às 21:00 - A Noite é Nossa
  • › 21:00 às 22:00 - Oração do Santo Terço
  • › Veja toda a nossa programação