logo

A SEGUIR

"Missa da Matriz São Roque"

19:00:00 - 20:00:00

"Músical Especial"

20:30:00 - 22:00:00

Padre Zezinho completa 80 anos de vida

O sacerdote brasileiro continua sendo um dos maiores comunicadores e catequistas da Igreja no país.

O padre Zezinho completa 80 anos de vida neste dia 8 de junho.

Nascido em 1941 na cidade mineira de Machado, José Fernandes de Oliveira é o sexto filho de Fernando e Valdevina. Quando ele tinha 2 anos de idade, sua família se mudou para Taubaté, SP, onde participava da comunidade Sagrado Coração de Jesus, ao lado do assim chamado “Conventinho” dos padres dehonianos. Foi lá que nasceu a vocação de Zezinho ao sacerdócio.

De fato, em 1953, ele entrou no seminário menor de Lavras, MG. Tinha 11 anos de idade. Deu andamento aos estudos no seminário de Corupá, SC, onde viveu durante 6 anos e desenvolveu muitos de seus talentos, em particular para a poesia. Fez o noviciado em Jaraguá do Sul, SC, onde professou os votos religiosos em 2 de fevereiro de 1961. Ainda no estado catarinense, cursou a filosofia em Brusque nos anos de 1961 e 1962 e em seguida a teologia em Milwaukee, nos Estados Unidos, de 1963 a 1966.

Foi ordenado sacerdote em terras norte-americanas em 21 de setembro de 1966 e logo enviado ao seu primeiro trabalho pastoral no Santuário São Judas, em São Paulo, em 1967. Trabalhando com a juventude e com a pastoral vocacional, não tardou a enveredar pela comunicação social e pela evangelização através da música.

Seu primeiro compacto, em 1969, se chamou “Canção da Amizade”, produzido pelas Paulinas. No ano seguinte já veio também o seu primeiro livro, “Alicerce para um mundo novo”. Seguiram-se outras centenas de livros e milhares de canções, junto com shows de evangelização que atraíam multidões – e que, em muitos casos, cativavam até pessoas não católicas.

Em 1980, recebeu a missão de lecionar comunicação na comunidade do Conventinho, em Taubaté, que, depois, daria origem à atual Faculdade Dehoniana. Ali formou gerações de padres e bispos, ao mesmo tempo em que dava andamento à evangelização por meio de rádio, TV e, agora, também da internet.

Um AVC sofrido em 2012 afetou a sua habilidade para cantar, mas o padre não parou. Em 2016, a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) lhe concedeu o título de Doutor Honoris Causa, que também recebeu do Centro Universitário Salesiano (UniSalesiano) em 2019.

Neste junho de 2021, o padre Zezinho completa 80 anos de vida e continua sendo um dos maiores comunicadores e catequistas da Igreja.

Com informações do Vatican News.

Topo