logo

A SEGUIR

"Jovem em Comunicação"

13:00:00 - 13:30:00

"Universo Sertanejo"

13:30:00 - 15:30:00

Empresa que vendeu artigos religiosos "benzidos" em Coronel Vivida deverá devolver valores aos consumidores enganados

No mês de fevereiro deste ano a Paróquia São Roque de Coronel Vivida emitiu uma nota de alerta sobre a venda de artigos religiosos, de porta em porta com preços exorbitantes.  A venda estava sendo praticada na cidade por uma equipe que se passava por funcionários de uma empresa do Santuário de Aparecida do Norte.

Diversas famílias vividenses adquiriram estes produtos e após terem acesso a nota de alerta, procuraram o PROCON para denunciar e tentarem reaver os valores pagos. O órgão de defesa do consumidor instaurou um processo administrativo e constatou a prática abusiva. Diante disso notificou a empresa envolvida e esta se comprometeu em estar recolhendo estes artigos e ressarcindo os valores.

O coordenador do PROCON, Wiliam de Liberalli revela que a empresa comercializou os produtos de forma ilegal já que ágil de má fé uma vez que não era ligada ao Santuário de Aparecida do Norte e muito menos destinavam parte dos recursos para entidades carentes como haviam pregado durante as abordagens. Os preços praticados também chamam a atenção já que sob o argumento de que os objetos eram benzidos, vendiam uma pequena imagem por até mil reais.  

Wiliam orienta as pessoas que por ventura adquiriram estes produtos e não fizeram a denúncia, que procurem o PROCON para poderem reaver os valores investidos.

Topo