logo

A SEGUIR

"RVP Notícias"

07:00:00 - 08:00:00

"Bom Dia Cidade"

08:00:00 - 10:00:00

Ação policial: armas de fogo e drogas apreendidas, prisão por maus tratos

Em uma operação realizada pela equipe Policial Militar de Itapejara D’Oeste, na última sexta-feira (12), por volta das 21h20min, foram apreendidas armas de fogo e drogas em uma ação coordenada após informações da Agência Local de Inteligência do 3º BPM.

Durante a abordagem no bairro Guarani, um indivíduo de 34 anos foi interceptado, e durante a busca pessoal foram encontradas quatro pedras de substância análoga ao crack. Posteriormente, outro indivíduo, de 21 anos, foi abordado portando uma pedra de substância semelhante.

Em uma residência próxima, uma mulher de 56 anos foi alvo de busca, onde foram encontradas quantidades significativas de cocaína, totalizando 0,7 gramas em um cômodo e 4,7 gramas em outro, além de 148 gramas de crack. Também foram localizadas uma pistola calibre 380 com dois carregadores, com numeração suprimida, e uma espingarda calibre 12, com a coronha danificada.

Um dos indivíduos abordados assumiu a propriedade das drogas e armas após questionamento pelas autoridades.

Todos os envolvidos foram encaminhados junto com o material apreendido para as devidas providências da polícia judiciária

 

 

Polícia Militar apreende indivíduo por maus-tratos a animal em Coronel Vivida

Uma equipe policial militar foi acionada, no sábado (13), para atender uma denúncia de disparo de espingarda de pressão contra um cachorro no bairro Fleck, município de Coronel Vivida-PR. Chegando ao local, os policiais constataram um cachorro de pequeno porte com uma ferida próxima à pata dianteira direita, aparentemente causada por um disparo de espingarda de pressão.

Um indivíduo de 64 anos foi identificado no local e confirmou ter efetuado o disparo contra o animal. Diante da situação, o cachorro ferido foi encaminhado para atendimento veterinário e o acusado, juntamente com a espingarda de pressão apreendida, foi encaminhado para os procedimentos da polícia judiciária.

Os maus-tratos a animais são tipificados pela Lei nº 9.605 de 1998, também conhecida como Lei de Crimes Ambientais. De acordo com o Artigo 32 da referida lei, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais pode resultar em reclusão de 2 a 5 anos, além de multa e proibição da guarda, conforme estabelecido pela Lei 14.064/2020.

Além das penalidades criminais, o infrator pode estar sujeito a sanções administrativas previstas no Decreto nº 6.514 de 22 de julho de 2008, que estabelece multa de R$ 500,00 a R$ 3.000,00 por indivíduo para as infrações contra a fauna.

Topo