logo

A SEGUIR

"Prefeitura Municipal de Coronel Vivida"

12:00:00 - 12:05:00

"RVP Notícias 2ª Edição"

12:05:00 - 12:30:00

Capacitação feita pelo Governo já alcançou 5 mil produtores de leite

O Governo do Paraná realizou aproximadamente 100 eventos no Estado, nos últimos 30 dias, para orientar e qualificar cerca de 5 mil produtores de leite em relação aos cuidados na manutenção da sanidade dos animais e qualidade do produto. Estão previstos pelo menos mais 80 atividades até o final do mês com o objetivo de ajudar os pequenos produtores de leite a garantirem melhor qualidade e cumprir as exigências de instruções normativas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Os dados foram apresentados nesta terça-feira (08), no Salão Nobre da Assembleia Legislativa, em audiência da Frente Parlamentar em Apoio à Cadeia Produtiva do Leite. As instruções ministeriais tratam das características de excelência que o leite deve ter, tanto na produção quanto na indústria.

“Em relação aos produtores, as principais dificuldades estão na higiene na ordenha, prevenção de doenças e manutenção da temperatura dos tanques de armazenagem”, afirmou o diretor técnico da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Rubens Ernesto Niederheitmann. “São questões simples e que precisam ser melhoradas no dia a dia.”

Segundo Niederheitmann, que coordena o Comitê do Leite, vários técnicos da Secretaria, do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), além de cooperativas, federações de agricultura e iniciativa privada estão em campo para alertar e capacitar os produtores.

TRABALHO INTEGRADO - O Estado realiza o cadastro das indústrias de leite, ao mesmo tempo em que as acompanha na localização e orientação de produtores com maiores dificuldades. “Estamos dispostos a auxiliar no atendimento da legislação e para que ninguém fique de fora”, disse a gerente de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Adapar, Mariza Koloda Henning.

A parceria entre as várias entidades públicas e privadas foi elogiada durante a audiência. “Esse é um grande exemplo de trabalho integrado, uma unidade em busca do objetivo comum”, afirmou o representante do Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados do Paraná (Sindileite), Wilson Thiesen.

Para o presidente da Frente Parlamentar em Apoio à Cadeia Produtiva do Leite, deputado Wilmar Reichembach, o Estado vive um novo momento do leite. “Precisamos buscar mercado com base na qualidade”, disse.

Topo