logo

A SEGUIR

"Oração da Manhã"

06:00:00 - 06:05:00

"Amanhecer no Sertão"

06:05:00 - 06:50:00

Agepar decide nesta segunda-feira reajuste de tarifas do pedágio

A Agência Reguladora de Serviços Delegados do Paraná (Agepar) decide nesta segunda-feira se vai haver reajuste das tarifas de pedágio no estado. Pelo contrato, o reajuste anual acontece no dia 1º de dezembro. Mas neste ano, a decisão foi adiada, devido a investigações sobre esquema de propina envolvendo concessionárias do estado. Segundo investigações da força tarefa da Lava-Jato e do Ministério Público, a Rodonorte, a Ecovia e a Ecocataratas pagavam políticos e agentes públicos, entre eles o então governador Beto Richa, em troca de aditivos contratuais para aumentos da tarifa e cancelamento de obras. As três concessionárias fecharam acordo de leniência com o Ministério Público Federal homologado pela Justiça para baixar as tarifas em 30%.

Os contratos em vigência se encerram em 2021 e o atual governador do estado, Carlos Massa Ratinho Junior, assinou um decreto que cria o Grupo Técnico de Acompanhamento e Apoio Conjunto, que vai acompanhar o processo de estruturação de concessão de parte da malha rodoviária do Paraná e também monitorar os convênios, em parceria com o grupo técnico de Brasília. Ratinho Junior explicou que o governo se prepara para o processo de concessão desde o início do ano.

O novo modelo também prevê que quem utiliza mais as rodovias pague valores menores, o desconto ao Usuário Frequente. A ideia é tornar o novo sistema referência para o país, como conta o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex

O governo informou também que o programa de concessões rodoviárias passará a funcionar seguindo a lógica dos pedágios federais que já funcionam no Estado, unindo corredores em formato de mosaico.

Topo