logo

A SEGUIR

"Experiência de Deus"

10:00:00 - 11:00:00

"Câmara de Vereadores"

11:00:00 - 11:30:00

Caso Marli Frizanco: IML ainda não tem laudo de ossada encontrada em túmulo

Passados mais de três meses de investigação a Polícia Civil ainda não tem um laudo que comprove se a ossada encontrada em um túmulo no cemitério de Pato Branco é ou não da costureira Marli Frizanco, que está desaparecida desde 2016.

Nossa reportagem voltou a fazer contato com o delegado Helder Lauria, responsável pelo caso da ossada encontrada. Segundo ele, os investigadores fizeram o levantamento do local e posteriormente encaminharam todo o material ao IML e até agora nenhuma novidade foi descoberta.

A Polícia Civil, na época, recebeu a denúncia de que a ossada seria da costureira Marli Frizanco. O esposo de Marli, José Frizanco, principal suspeito, foi preso e já condenado a 30 anos de reclusão pelo crime, e cumpre pena na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão.

Nossa reportagem também buscou informações no IML de Pato Branco e fomos informado que todo o material coletado foi encaminhado a Curitiba, na central de pericias criminais, e até agora não houve retorno.

Topo