Choque mundial: por bullying, menino de 9 anos clama em vídeo que quer se matar

Celebridades como Hugh Jackman se uniram aos internaturas na oferta de carinho e apoio a Quaden.

O vídeo dilacerante do pequeno Quaden está impactando o planeta via redes sociais:

“Me dá uma corda, eu quero me suicidar (..) Eu só quero dar uma facada no meu coração… Eu quero que alguém me mate!”

O impacto destas palavras e do vídeo que viralizou nas últimas horas está gerando uma onda de choque e de solidariedade para com o pequeno Quaden, menino australiano de 9 anos de idade que apresenta o tipo mais comum de nanismo, a acondroplasia.

Foi a mãe dele, Yarraka Bayles, quem tomou a corajosa e delicada decisão de publicar o vídeo do filho em explosão de angústia e sofrimento.

“Acabo de buscar o meu filho na escola. Fui testemunha de um episódio de bullying, chamei o diretor e quero que as pessoas saibam que este é o efeito do bullying. É isto aqui o que o bullying faz. Este é o impacto do bullying num menino de nove anos que só quer ir à escola, receber educação e se divertir, mas todo dia acontece alguma coisa”.

Quaden já está sendo apontado como um símbolo clamoroso da luta contra o assédio moral intimidatório (bullying) a crianças, primordialmente na Austrália, seu país.

Entre as muitas pessoas que reagiram com manifestações de carinho e solidariedade nas redes sociais está o ator Hugh Jackman, também australiano:

“Você tem aqui um amigo; você é mais forte do que pensa, meu amigo”. 

Assista o vídeo: Choque mundial.

Topo