logo

A SEGUIR

"Momento Novo"

07:30:00 - 10:00:00

"Experiência de Deus"

10:00:00 - 11:00:00

Como provar a Assunção de Nossa Senhora se ela não está na Bíblia?

O Padre Cido Pereira respondeu à seguinte pergunta em sua coluna no jornal arquidiocesano O São Paulo:

Como justificar ou provar a assunção de Nossa Senhora se ela não está registrada na Bíblia?

A pergunta é da Esmeralda Xavier Figueira.

Minha irmã, no dia 15 de agosto nós comemoramos a festa da Assunção de Maria. E o que celebramos nesta festa? A verdade de fé que afirma que Maria foi levada ao céu em corpo e alma por Jesus Cristo.

Esta verdade de fé foi proclamada por Pio XII no dia 15 de agosto de 1950. Era, no entanto, uma verdade que já estava no coração do povo católico havia séculos. Lembre-se de que nos mistérios gloriosos do Rosário, uma devoção com suas raízes na Idade Média, nós proclamamos, no quarto mistério glorioso, a Assunção de Maria.

Sempre houve um questionamento sério entre os cristãos sobre a morte de Maria. Uns diziam que ela “dormiu” e acordou no céu. Tanto que em Jerusalém existe a Igreja da dormição de Maria. Afinal de contas, concebida sem pecado, ela não poderia morrer, porque a morte é fruto do pecado.

Por outro lado, havia aqueles que diziam que Maria dormiu ou morreu, como seu Filho, que sendo verdadeiro Deus e verdadeiro homem morreu na cruz.

A Igreja, quando proclamou o dogma da Assunção de Maria, não quis prolongar a discussão. Ele preferiu proclamar o dogma da Assunção da seguinte forma: “Maria, quando terminou seus dias neste mundo, foi levada em corpo e alma por seu Filho Jesus”. E pronto.

Como a Sagrada Escritura não fala da morte de Maria, a reflexão sobre os merecimentos e a dignidade dela nos faz acreditar que Jesus antecipou nela a Ressurreição dos mortos, à qual todos estamos destinados. É isso, aí, Esmeralda! Fique com Deus e que ele abençoe você e sua família.

 

Topo