logo

A SEGUIR

"Super Paradão Sertanejo"

15:30:00 - 17:00:00

"Querência Gaúcha"

17:00:00 - 19:00:00

Estudantes de Farmácia são chamados para apoio na rede estadual

A Secretaria de Estado da Saúde publicou edital de chamamento emergencial para selecionar 35 estudantes do curso de Farmácia, do quarto ou quinto ano, para atuar em atividades da área.

Os universitários vão realizar atividades nas farmácias da rede estadual que apresentam maior fluxo de usuários cadastrados: a Farmácia da Regional de Saúde de Curitiba receberá 15 estudantes; a da Regional de Londrina, receberá seis; as farmácias das Regionais de Cascavel e Maringá, quatro universitários cada uma. Três estudantes atuarão no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e outros três na farmácia do Centro Psiquiátrico Metropolitano.

O edital foi publicado nesta quarta-feira (25). A seleção dos candidatos ocorrerá nesta sexta (27), de forma não presencial, e divulgada por meio do mesmo chamamento.

“Já contamos, a partir desta semana, com o reforço de 30 estudantes de Medicina, que estão nos auxiliando na Ouvidoria-Geral da Saúde do Paraná e que também foram chamados por meio de edital, em parceria com a Escola de Saúde Pública e Centro Formador de Recursos Humanos Caetano Munhoz da Rocha”, disse o secretário estadual da Saúde Beto Preto.

Ele acrescenta que os acadêmicos estão atuando no atendimento ao cidadão para as orientações sobre o coronavírus e a doença Covid-19. “Esta aproximação com as universidades sempre é muito positiva. É uma forma de incentivarmos a formação de futuros profissionais do Estado”.

FARMÁCIAS - De acordo com o novo edital, os estudantes poderão exercer atividades em processos logísticos relacionados à assistência farmacêutica e sob supervisão de farmacêuticos, em procedimentos como recebimento, conferência, separação e dispensação de medicamentos; contato telefônico com usuários cadastrados e embalagem de medicamentos para entrega em domicílio.

O credenciamento dos estudantes poderá perdurar durante o estado de emergência nacional causado pelo coronavírus para evitar aglomerações em farmácias da rede do Estado.

“Nosso objetivo é a garantia da qualidade das orientações e serviços prestados aos nossos usuários”, afirma a coordenadora da Assistência Farmacêutica do Paraná, Deise Pontarolli. “Os estudantes serão orientados pelas equipes da Sesa e, com certeza, contribuirão para o atendimento mais ágil dos nossos usuários, evitando aglomerações, conforme o recomendado neste momento em que passamos por uma pandemia”, complementou.

USUÁRIOS – As farmácias que receberão os estudantes do curso de Farmácia têm cadastrados cerca de 70 mil usuários do componente especializado da assistência farmacêutica.

Topo