População de rua no Paraná vai contar com projeto-piloto do programa Moradia Primeiro.

A Secretaria estadual da Justiça, Família e Trabalho e o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos vão implantar no Paraná um projeto-piloto do Moradia Primeiro, voltado a população em situação de rua. Serão destinados R$ 820 mil ao projeto-piloto de acesso direto da população de rua à uma habitação permanente, a ser mobiliada também com verba do projeto, além de equipe dedicada ao acompanhamento dos beneficiários. O Moradia Primeiro vem se consolidando ao redor do mundo como porta de entrada das políticas públicas para a população em situação de rua. O modelotem como objetivo promover a alocação imediata de pessoas em situação de rua em um local estável, seguro e individual. De acordo com o Cadastro Único do Governo Federal o Paraná tem 8.659 pessoas em situação de rua cadastradas.

Topo