Projeto de lei prevê punição para torcedores, dirigentes e clubes por atos de racismo em estádios de futebol e homofobia no Paraná

O projeto de lei que prevê punição para torcedores, dirigentes e clubes por atos de racismo em estádios de futebol no Paraná, recebeu emenda que inclui a homofobia no texto. Dentre as punições, está a proibição de frequentar eventos esportivos por um a quatro anos.
Se a emenda for aprovada, também estarão sujeitos a sanções atos de intolerância religiosa, étnica e de xenofobia praticados, além dos estádios, também em um raio de até 5 km dos locais dos jogos.
O torcedor que infringir a lei poderá receber multa de 50 Unidades Padrão Fiscal do Paraná. Na cotação atual, r$ 5,6 mil. Se o torcedor for reincidente, a multa será de até 200 Unidades, podendo chegar a r$ 22,4 mil.

Ainda sobre esportes

Flamengo e Palmeiras se enfrentarão no próximo domingo, ás 11h, no Estádio Mané Garricha, em Brasília. O confronto é válido pela disputa do título da Supercopa do Brasil que reúne os atuais campeões do Brasileirão (Flamengo) e da Copa do Brasil (Palmeiras).
Quem vencer leva o prêmio de r$ 5 milhões. O segundo colocado fica com r$ 2 milhões.

Topo